EXTRA • Virtual Insanity

Dez temporadas volvidas, foi preciso o caos causado por uma pandemia global para que um clip show do Rádio Defusão se materializasse. São cinco horas devidamente desinfectadas de gloriosos outtakes, bloopers, extended cuts e outras expressões roubadas ao cinema e à televisão, mais a esporádica auto-reflexão metafilosófica, com condução e contextualização a cargo de Fábio Vieira Fernandes e colour commentary em tempo real por Filipe Marques. Que ninguém diga depois que veio ao engano: tudo isto tem absolutamente zero interesse.

Inclui um outtake do piloto inédito de outro podcast e muitos mais ovos pascoais!

ALINHAMENTO MUSICAL

  • Moses Sumney — Don’t Bother Calling
  • MC Siena — Miro No Teu Cu E Atiro
  • MC Gomes — Maracujá
  • Temples — Strange Or Be Forgotten
  • Jordan Rakei — Best Part (Maida Vale Session)
  • D’Alva — #LLS
  • Paulo Gonzo — Leve Beijo Triste
  • Dua Lipa — Boys Will Be Boys
  • Capicua — Gaudí
  • Rihanna — Pon De Replay
  • Jimmy Eat World — The Middle
  • Beyoncé — Pretty Hurts
  • Prince — Kiss
  • LCD Soundsystem — On Repeat
  • Mayra Andrade — Pull Up
  • Rosalía — Aute Cuture
  • Rosalía, J Balvin, El Guincho — Con Altura
  • Rosalía — Milionària
  • JP Gang — Facada No Abdómen
  • The Vince Johnson Band — I Saw A Tiger
  • Justin Bieber, Quavo — Intentions
  • Liam Payne, Quavo — Strip That Down
  • Capitão Fausto — Boa Memória
  • Jamiroquai — Virtual Insanity

Página do episódio: https://www.radiodefusao.pt/ep/extra13

#10.40 Together, Apart

Season finale. Nada mais nada menos do que o redondo número de dez temporadas no saco. À marca exacta do 350.º episódio. Tudo alinhado para uma festarola de arromba… salvo um ou outro pormenor, tipo estarmos enfiados em casa há três meses devido a uma pandemia.

Assim sendo, a temporada ambiciosa que começou torta e acabou confinada — com muitos passos em falso pelo meio, mas também momentos dignos de celebração, tanto no presente como no futuro — despede-se com uma há muito ameaçada edição (mais) crua. Por uma vez, Fábio Vieira Fernandes, depauperado mas muitíssimo bem acompanhado pelas revelações Filipe Marques e Diana Mendes, nem sequer tenta manter a fachada de profissionalismo e vagueia sem rumo definido pelo espólio deste percurso e por perspectivas sobre o putativo «regresso ao novo normal». Dentre os escombros, resgatam refugo premium, descobrem vicissitudes de bastidores, recuperam detalhes aleatórios. Há um quiz gorado na execução, há um Pepsi challenge gorado logo na concepção. Inclusive despacha-se o Dia das Bruxas já, já que de qualquer forma este Verão não conta, e sabe-se lá o que virá depois.

(Contém uma cena pós-créditos!)

ALINHAMENTO MUSICAL

  • Jorge Palma — Eternamente Tu
  • Sylvan Esso — Rewind (Live)
  • Jorja Smith — Rose Rouge
  • Letrux — Vai Render
  • Angels Of Light — Untitled Love Song
  • Madonna — Justify My Love
  • Marilyn Manson — This Is Halloween
  • Fionn Regan — Abacus
  • Esperanza Spalding — Precious
  • Maro, Mayra Andrade — Afeto (Itsa Me, Maro!)
  • Kelsea Ballerini, Halsey — The Other Girl
  • Vampire Weekend — Sympathy
  • Janeiro, Salvador Sobral, Tiago Nacarato — Às Vezes, O Amor
  • Ariana Grande — Breathin
  • Bruno Pernadas — Worst Summer Ever
  • Gorillaz, De La Soul — Feel Good Inc. (Live)

#10.37 We Are Who We Are When We Are

Filipe Marques e Diana Mendes encontram-se pela primeira vez, resolvendo prontamente um diferendo de longa data (e difamando, pelo caminho, o merchandising da casa). A par de Fábio Vieira Fernandes, que também participa nos exercícios improvisados de conhecimento mútuo, partem para mais um episódio em confinamento sem saberem ao certo ao que vão e dele saem com igual desclaridade. Aliás, depois de memórias difusas, é a vez de a falta de memória reinar — apesar da promessa festivaleira cumprida, das efemérides assinaladas e de toda a nostalgia mais ou menos sentida.

ALINHAMENTO MUSICAL

  • Joan As Police Woman — Kiss
  • Jason Isbell And The 400 Unit — Overseas
  • Phoebe Bridgers — I See You
  • Matt Berninger — Serpentine Prison
  • Perfume Genius — Describe
  • Eminem — The Way I Am
  • Joy Division — Shadowplay
  • Broken Social Scene — All To All
  • Khruangbin — So We Won’t Forget
  • Sylvan Esso — Coffee (Live)
  • Boogarins — Sombrou Ou Dúvida
  • Crazy Town — Butterfly

#10.30 Keep Your Distance

Quarto episódio caseiro, por Monção e Lisboa, neste ano tornado límbico pelo SARS-CoV-2. Após (mais) uma semana sem porem um pé na rua, Fábio Vieira Fernandes e Diana Mendes reúnem-se virtualmente para trocar imaginários sónicos — dos polímatas anglo-saxónicos aos rapistas tugas, com incursões a África e ao Extremo Oriente — e impressões soltas sobre a realidade em que vivemos, tão distante das expectativas utópicas de há tão pouco tempo (e, inspirados por Dua Lipa, também sobre a distopia em que metade da população vive, independentemente do presente apocalipse).

ALINHAMENTO MUSICAL

  • Bill Withers — Lean On Me
  • Fountains Of Wayne — Stacy’s Mom
  • Of Monsters And Men — Sleepwalker
  • Flying Lotus, Thom Yorke — …And The World Laughs With You
  • Kaytranada, BadBadNotGood — Weight Off
  • Foo Fighters — My Hero (Live)
  • Amadou & Mariam — Mokou Mokou
  • Kikagaku Moyo — Nazo Nazo
  • Chico Da Tina — Minho Trapstar
  • Chong Kwong — Salute
  • Bruno Pernadas — Anywhere In Spacetime
  • Dua Lipa — Boys Will Be Boys
  • Tim Maia — Que Beleza
  • Babe Rainbow — Something New
  • Nine Inch Nails — Letting Go While Holding On

#10.21 Engländer

Um Fábio Vieira Fernandes, uma Diana Mendes e um veterano de participações em podcasts — além de co-autor do Aleixoverso e co-realizador d’O Filme do Bruno Aleixo — chamado Pedro Santo entram num estúdio. Os três comentam a vertente musical da Super Bowl que se disputou ontem nos arredores de Miami. Os três fazem apostas sobre os vencedores dos Óscares que serão entregues no próximo domingo em Hollywood. Os três assinalam a consumação do Brexit, que se deu na semana passada ali para os lados do Canal da Mancha, com os seus 5 Cêntimos sobre bandas de origem inglesa. Os três não se calam e perdem a noção do tempo. Fim.

ALINHAMENTO MUSICAL

  • Jorja Smith — February 3rd
  • Filipe Sambado — Jóia Da Rotina
  • New Order — Ceremony (Version 1)
  • Demi Lovato — Anyone
  • Joy Divison — Disorder
  • Gorillaz, Slowthai, Slaves — Momentary Bliss
  • Tassia Holsbach — Menino Bruno

#10.17 Two Become One

E agora para algo completamente diferente: duas emissões num só episódio!

Na primeira parte deste megaempreendimento, Fábio Vieira Fernandes e Filipe Marques acompanham Pedro Arnaut na viagem Dez Anos É Muito Tempo. Por entre alguns dos sons que escutavam em 2009, relembram os lançamentos discográficos, os concertos, os festivais, as mortes e, claro, as citações que marcaram esse ano. Será Merriweather Post Pavilion assim tão incrível? Serão os Ting Tings preferíveis aos Prodigy? São questões.

Após 2h58min, o Fábio avança uma década e conta com Diana Mendes e com Bruno Martins, voz do Domínio Público da Antena 3 e autor do premiado podcast Assim Assado, para dizerem de sua justiça, em 5 Cêntimos, sobre o que mais se destacou no mundo da música em 2019 e, a eito, abrirem as portas a um fulgurante 2020.

ALINHAMENTO MUSICAL

  • Animal Collective — My Girls
  • Fever Ray — If I Had A Heart
  • Franz Ferdinand — Ulysses
  • Macacos Do Chinês — Rolling Na Reboleira
  • Yeah Yeah Yeahs — Heads Will Roll
  • The Antlers — Kettering
  • Bat For Lashes — Daniel
  • The Horrors — Mirror’s Image
  • Metric — Gimme Sympathy
  • Kasabian — Where Did All The Love Go?
  • Sean Riley & The Slowriders — This Woman
  • Grizzly Bear — Two Weeks
  • The Temper Trap — Sweet Disposition
  • Gossip — Heavy Cross
  • The Dead Weather — Hang You From The Heavens
  • The Prodigy — Omen
  • Lily Allen — Not Fair
  • Florence And The Machine, The XX — You’ve Got The Love (Jamie XX Rework)
  • Dan Mangan — Fair Verona
  • Arctic Monkeys — My Propeller
  • Jay-Z, Alicia Keys — Empire State Of Mind
  • Muse — Exogenesis: Symphony Part 3 (Redemption)
  • Mumford & Sons — Little Lion Man
  • The Legendary Tigerman, Maria De Medeiros — These Boots Are Made For Walkin’
  • Editors — Papillon
  • Thom Yorke — Hearing Damage
  • Lady Gaga — Bad Romance
  • Diabo Na Cruz — Tão Lindo
  • B Fachada — O Desamor
  • Samuel Úria — Teimoso
  • Danger Mouse, Sparklehorse, The Flaming Lips — Revenge
  • Billie Eilish — You Should See Me In A Crown
  • Branko, Ana Moura, Conan Osiris — Vinte Vinte
  • Classe Crua, Chullage — Chakras
  • Lena D’Água — Hipocampo
  • Nine Inch Nails — 34 Ghosts IV
  • Rosalía — Aute Cuture
  • Dino D’Santiago — Raboita Sta. Catarina
  • Monday — Little Fish
  • Megan Thee Stallion, Nicki Minaj, Ty Dolla Sign — Hot Girl Summer
  • Sharon Van Etten — Comeback Kid
  • Da Weasel — Amor, Escárnio E Maldizer
  • Nick Cave & The Bad Seeds — Bright Horses
  • Beyoncé — Formation (Live)

#10.06 Royals

Ainda sob os ecos da Implantação da República e das subsequentes Eleições Legislativas, a fotógrafa e editora de vídeo Diana Mendes junta-se a Fábio Vieira Fernandes e Rita Miranda para uma sessão de troca de cromos musicais com muita realeza, nobreza e demais fidalguia metida ao barulho: os artistas com títulos nobiliárquicos, mesmo que de faz-de-conta, são os reis e senhores da rubrica 5 Cêntimos. Para quem precisar de um retrato, fica a dica de que bastará dar um salto, no próximo sábado, ao Trampolim Gerador.

ALINHAMENTO MUSICAL

  • King Princess — Hit The Back
  • Dead Combo — Rodada
  • Angel Olsen — All Mirrors
  • Hiatus Kaiyote — Nakamarra
  • Elbow — White Noise White Heat
  • Lady Lamb — Sunday Shoes
  • Emily King — Distance
  • Labrinth — Still Don’t Know My Name
  • King Krule — Easy Easy
  • Sharon Jones & The Dap-Kings — I Learned The Hard Way
  • David Bruno, Mike El Nite — Interveniente Acidental
  • Red Hearse — Half Love
  • Filipe Sambado — Vida Salgada
  • Slow J — Só Queria Sorrir
  • Lorde — Perfect Places
  • Princess Nokia — Sugar Honey Iced Tea (S.H.I.T.)