#10.33 Quarantine

No sétimo episódio em regime domiciliário, Fábio Vieira Fernandes assinala a literalidade da quarentena com música para chorar, música que já devia ter tocado por aqui há mais tempo e, sobretudo, muita música acabadinha de sair do forno — incluindo novidades de Benjamim, Moullinex, Galgo e Noiserv, todas elas apresentadas pelos próprios. Um luxo!

ALINHAMENTO MUSICAL

  • Live Lounge Allstars — Times Like These
  • Buraka Som Sistema, Deize Tigrona — Aqui Para Voces
  • Kacey Musgraves — Rainbow
  • Taylor Swift, Dixie Chicks — Soon You’ll Get Better
  • Dixie Chicks — Gaslighter
  • Benjamim — Vias De Extinção
  • Big Thief — Mary
  • Weyes Blood — Andromeda
  • Shaed — Trampoline
  • Moullinex, GPU Panic — Luz
  • Four Tet — Baby
  • Jónsi — Exhale
  • Galgo — Muda
  • !!! — Bend Over Beethoven
  • Biohazard — Skullcrusher
  • Skullcrusher — Places/Plans
  • Fiona Apple — For Her
  • Noiserv — Picotado
  • Thom Yorke, Flea — Daily Battles
  • The Rolling Stones — Living In A Ghost Town
  • Beastie Boys — Sabotage
  • Machine Gun Kelly — Love On The Brain

#8.40 Mister Producer

Benjamim convida: António Vasconcelos Dias, Joana Espadinha e Flak! (E o Fábio e a Mimi e a Catarina!) Esta luxuosa enunciação soa vagamente familiar? Não é por acaso: um ano volvido, o requisitadíssimo Luís Nunes volta a empreender um Takeover Defusão categórico, para mais um season finale glorioso. Poderá parecer que o produtor-sensação do momento é movido por certos e determinados interesses na condução desta última emissão da oitava temporada — só porque, além de reconvocar o seu braço direito musical, está actualmente a espalhar a sua magia pelos novos álbuns da lenda dos Rádio Macau e da pupila do jazz que já nos visitara com Cassete Pirata (outro vindouro trabalho com dedo do anfitrião de serviço, já agora). Ignore-se toda e qualquer má-língua que se atreva a insinuar tal, ora. De resto, discute-se novamente a indiscutível melhor banda de sempre do mundo; os (péssimos) concertos de Cat Power voltam também a ser assunto; e mantém-se a “tradição” sempre imprevisível do “live on tape”, mas, como prometido, os discos compactos vêem-se trocados por discos grandões, em vinil. Até já e bem hajam!

  • Lena D’Água — Jardim Zoológico
  • Flak — Antonov
  • Chico Buarque, Milton Nascimento — O Que Será (À Flor Da Terra)
  • Cat Power — Empty Shell
  • The Beatles — Something
  • Arcade Fire — Wake Up